segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

+1Ficha - #07 Top 5 Hip Hop 2018



Guarda Belo traz a sua lista de melhores (e também piores) músicas de Hip Hop de 2018.

Se preferir, baixe a versão em mp3
Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV
Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

·       *  Esse programa contém linguagem ofensiva e algumas músicas ruins.

Músicas de fundo:


Artistas citados:

- Drake
- Murs

A intenção desse programa é divulgar os artistas.

Brawl Stars


Brawl Stars é um jogo lançado há muito tempo, mas que eu só fui conhecer nesse ano com o canal do Davy Jones. O jogo foi feito pela SuperCell, a mesma de Clash Royale e outros games que fazem bastante sucesso no mundo mobile.


Neste game, todo online, você encarna no papel de lutadores em diferentes modos de jogo, que envolvem completar alguma missão, enquanto destrói os seus inimigos. O modo clássico de jogo envolve a missão de pegar 10 gemas que são jogadas de um buraco no centro do mapa. Nesse modo você joga com outros 2 jogadores, contra 3 jogadores. Outro modo, desbloqueado logo no começo do game te coloca numa área contra outros jogadores no melhor estilo Battle Royale. Outro modo é o “Boss Fight”, em que você, numa equipe de 5 jogadores, atravessa um mapa para derrotar um chefão. Há ainda outros modos de jogo, todos desbloqueados conforme você avança no game.

Além da diversidade de modos de jogo, você ainda irá encontrar uma grande diversidade de lutadores, afinal o nome do jogo carrega eles. São 22 diferentes lutadores, cada um com sua especificidade e golpes especiais, que são melhores ou piores dependendo do modo de jogo. Também são desbloqueados conforme você avança no game.

O jogo é feito num estilo cartunesco. Seus personagens são cabeçudos e fofinhos, as animações parecem desenhos animados, mas sem aquele traço preto em volta encontrado em games que adaptam animes. Tudo isso cria uma atmosfera muito agradável, escondendo a agressividade da jogatina.

No entanto, nem tudo são flores. O game é carregado de microtransações, que atrapalham a jogatina, se você não for um jogador casual. E acredite, nesse game, você não vai querer ser um jogador casual. Além disso, o jogo exige uma boa conexão com a internet, além de consumir bastante espaço da memória RAM do seu celular. Os controles são um pouco estranhos também. Três círculos na tela, um para direção, outro para mirar o ataque principal e um terceiro para o ataque especial. A mira não é obrigatória, te dando a possibilidade de simplesmente tocar no botão para atacar, no entanto a mira é mais efetiva.

De qualquer, o game se sai bem. É divertido, é agradável para o olhar e diverte.


sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Review - Castlevania Rondo of Blood e Dracula X Chronicles


Com tanta empresa deixando de lançar jogos apenas pro SNES no meio da vida do console, a Konami resolve olhar pro PC-Engine CD e lançar seu próximo Castlevania. Infelizmente, a falta de sucesso do console fora do Japão fez com que Rondo of Blood não saísse de lá.

Hoje, devido a emulação fácil de PC-Engine e com direito a patch em inglês, além do remake de PSP com o jogo original e o Castlevania Requiem, temos acesso a um, se não o melhor, Castlevania clássico, antes da era Metroidvania.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

#103 - Super Smash Bros


Belo, Business Cat e Desgraça pegam seus controles, abrem seus pacotes de Doritos e entram em pelejas violentas usando seus personagens favoritos da Nintendo em Super Smash Bros. Comentamos sobre a origem da série, o sonho de um jogo de luta acessível de Masahiro Sakurai, a evolução da série entre as gerações, as mecânicas únicas e as diversas homenagens dentro desse aclamado crossover. Focando mais no último lançamento da série: Super Smash Bros Ultimate

   Baixe a versão em mp3
   Ouça a gente no Spotify
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV
   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

Links:
Comercial do Smash 64
Review do Smash Ultimate por Business Cat

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Popular Wars


Uma resenha rápida para jogatinas rápidas.

Popular Wars é um jogo disponível para Android e iOS, lembrando aqueles famosos jogos .io que foram bem populares há um tempo e hoje parecem estar voltando a chamar a atenção de jogadores casuais pela sua extensa variedade.


Neste game, você entra numa briga para ver quem é o mais popular da escola. Você encarna num papel de um boneco que parece uma matrioshka, com uma aura de popularidade ao seu redor em busca de bonecos menores que você, sem personalidade, que ao se aproximarem da sua aura de personalidade irão se tornar suas cópias e seus seguidores. Conforme você acumula seguidores, sua aura vai aumentando, possibilitando a você angariar mais seguidores e destruir os obstáculos do mapa escolar com mais facilidade.

É um jogo simples e, sendo de celular, seus controles são simples também. Você só tem que arrastar o dedo pela tela para poder mover o seu boneco.

Como todo jogo .io ele enfrenta os problemas típicos desse tipo de jogo, que é o lag, caso sua internet não seja bem boa e a limitação de tempo. Cada partida dura 2 minutos e isso é uma limitação que todos os jogos desse tipo pra smartphone enfrentam. Não sei o motivo.

Uma característica muito forte de Popular Wars é a possibilidade de customização. São vários estilos de roupa que seu personagem pode ter, além do jogo te dar a liberdade de personalidade a expressão no rosto do personagem e a cor da sua aura. Claro que aí entram as microtransações, mas nessa altura do campeonato, isso já faz parte.

Enfim, Popular Wars foi uma descoberta que fiz nas últimas semanas, me proporcionando bons momentos de diversão casual.


sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Review - Kingdom Hearts Final Mix


De todas ideias de crossover, misturar Disney e Final Fantasy deve ser, sem dúvida, uma das mais imbecis. Em 2002 vimos isso sendo feito com Kingdom Hearts, um action-RPG que cria toda uma nova história e personagens que interagem com as duas séries, mais pro lado da Disney do que Final Fantasy.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

#102 - Retrospectiva 2018


2018 se 'foi-se', mas não podemos esquecer dos acontecimentos no mundo dos games do ano passado. Nessa retrospectiva, Ken-Oh, Desgraça e Business Cat relembram e comentam sobre os melhores e piores destaques da indústria. Mas primeiro, vamos falar os vencedores do Troféu Locadora 2018 (colocar o link).

   Baixe a versão em mp3
   Ouça a gente no Spotify
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV
   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

Casts recomendados:
PS1

Links:
Review do primeiro episódio do GoG da Telltale: EP1 e EP2

Fita de Ouro 2018

   É com grande honra que venho por meio deste post divulgar os grandes vencedores da Fita de Ouro do Troféu Locadora de 2018. Você também pode ouvir a "cerimônia de premiação" no Podcast Locadora #102


segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Atomas


Hora de aprender química no seu celular e não é através de vídeo-aula do Youtube.



 “Atomas” é um jogo disponível para Android e iOS e o objetivo dele é simples: criar elementos. Você começa o game olhando para uma roda com alguns elementos e vai combinando eles para gerar novos elementos. Obviamente, a roda vai se encher um momento, terminando o jogo. Seu objetivo é fazer a maior pontuação possível, criando os elementos mais raros possíveis.

Há ainda a opção de usar antimátéria pra eliminar metade dos elementos dentro da sua roda, mas essa opção deve ser usada com cuidado, porque você pode perder elementos valiosos assim.

O jogo conta com uma visual minimalista bonito, que lembra outros jogos do gênero como o sensacional Little Alchemy. Infelizmente a limitação dos elementos não proporciona uma longevidade tão grande.