sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Podcast Locadora #53 - Nossos melhores em 2017

   No podcast de hoje, comentamos os melhores jogos que jogamos nesse ano, que foi um dos melhores anos para a indústria em bastante tempo. Comente ai quais foram os seus melhores do ano também.

   Se preferir, baixe a versão em mp3
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV

   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

   Sobre o programa:

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Snakes vs Blocks



Hoje temos uma dica nostálgica, um jogo que lembra muito o clássico jogo da cobrinha dos celulares Nokia que nunca quebraram, no entanto, aliando matemática ao jogo.


Em “Snake vs. Block” ficamos no controle de uma cobra formada por blocos circulares que corre por um cenário infinito em que surge basicamente dois obstáculos interativos, os blocos e as comidas. As comidas, obviamente, dão mais blocos à cobra, aumentando o seu tamanho e os blocos são objetos que a cobra deve quebrar, mas é neles que se encontra o charme do game.

Cada bloco contém um número, que corresponde ao número de blocos da sua cobra que serão tomados quando você os atingir. Por exemplo, se você encontrar um bloco com o número 5 precisará de ao menos 6 pontos para poder continuar o jogo. Se estiver com menos, perderá todos os pontos e, consequentemente, o jogo.

Confesso que não é um jogo fácil, muito pelo contrário, ele é bem desequilibrado, na verdade, pois bem no início do game você já encontra blocos com números muito grandes para que a cobra que controla possa quebrar e a movimentação não é tão fluida quanto se esperaria.

Pra compensar e manter a atenção dos jogadores, o game explora a adaptação do game, podendo mudar o design da sua cobra, através de pontos que você conquista ao longo de cada jogatina e completando desafios.

É um jogo simples, mas é também divertido, embora não tanto quanto o seu potencial indica. De qualquer forma, vale a pena o download.


terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Dune



Continuando a onda de reviews mobile de final de ano, trago-lhes um jogo que não tem fim, mas conseguiu me atrair.

“Dune” é um jogo simples, minimalista e que nos apresenta um simples objetivo, mover uma boal através de um deserto jogando-a para o céu o mais alto possível a fim de marcar pontos.

É uma premissa simples e que compactua com o visual, também simples do jogo, porém tanto o visual quanto a jogabilidade do game se tornam belas, mesmo com tanta simplicidade.

Movemos a bola para cima e para baixo com um simples toque na tela do celular, como se estivéssemos adicionando peso à bola, carregando-a de velocidade. No entanto, devemos tomar cuidado com os locais onde ela pousa e se choca, pois qualquer movimento em falso representa o nosso fim neste jogo.

Infelizmente leva tempo para nos acostumarmos com a jogabilidade do game, o que pode cansar num primeiro momento e assim que nos acostumamos com sua jogabilidade, podemos enjoar facilmente dele pela falta de diversidade presente no jogo.

É uma faca de dois gumes.

Mas ainda bem que o próprio game nos oferece formas de manter a jogatina viva, através das adaptações que o game nos oferece, seja na própria bola que percorre as dunas (podendo ser mudada para diversas formas) e até o cenário (que muda de cor e estilo).

Não é um jogo viciante, nem é um dos melhores que joguei esse ano, mas é interessante e vale a pena ser instalado para aquela jogatina rápida na fila do pão.


sábado, 16 de dezembro de 2017

Podcast Locadora #52 - The Game Awards 2017


   No podcast de hoje, falamos sobre todas as loucuras que aconteceram no The Game Awards desse ano, que foi uma confusão entre trailers, propagandas e, aparentemente a coisa menos importante para eles, entrega de prêmios. Escute ai e comente o que você achou sobre os vencedores.

   Se preferir, baixe a versão em mp3
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV

   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com

   Sobre o programa:
Anúncios e Vencedores do TGA2017
Joel McHale no VGX
Josef 'FUCK YOU, OSCARS' Fares totalmente louco no palco do TGA
IGN Awards

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Dancing Line



Mais um jogo baseado em músicas de piano, que tem até certa relação com “Piano Tiles”, mas, que na minha humilde opinião, é bem melhor.

Dancing Line é um jogo onde você deve atravessar uma espécie de labirinto que vai se formando à sua frente conforme você vai avançando dentro dele, acompanhando a música que toca.

Logo no começo, o jogo já te avisa para você colocar os fones de ouvido e encarnamos uma espécie de bloco que deixa uma linha reta atrás de si enquanto se move para frente e devemos movê-lo para a esquerda e para a direita, evitando trombar nas paredes ou cair fora do caminho indicado.


O jogo é diferente de muito outros, pois apresenta um final, não devemos atravessar um labirinto infinito, mas diversos labirintos, cada um com 3 check points e cuja dificuldade vai aumentando conforme você avança dentro dele. Cada labirinto também segue o seu próprio tema, tanto visual, quanto musical.

Os gráficos 3D são muito belos e as animações são muito bem feitas, sendo executadas suavemente, mas isso pode dizer mais do meu celular do que do jogo em si. As músicas também são um show à parte, feitas à base de piano, mas com diversos floreios eletrônicos que dão um toque especial a cada fase.

Enfim, “Dancing Line” não é, de fato, nada demais, mas é um jogo bonito, muito bem feito, tranquilo e ideal para passar os momentos cansativos de uma fila de espera ou tédio cotidiano.