quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Nintendo está oficialmente vendendo cartões pré-pagos no Brasil


E aê meninos e meninas , tudo bem com vocês? Durante a BGS 2018 a Nintendo anunciou que vai começar a vender cartões pré-pagos dentro do território nacional, o que é uma boa notícia pois os donos e donas de Nintendo Switch não vão depender de lojas e vendedores que superfaturam os preços desses cartões. Outra coisa bacana é que os cartões podem ser adquiridos por meio de cartões de débito e de crédito além de em dinheiro, dando assim mais uma escolha na forma de pagamento para o consumidor já que a loja do Nintendo Switch Online do Brasil só aceitava a opção de crédito.

Entre os cartões pré pagos que ficaram disponíveis teremos os códigos de downloads de jogos como Super Mario Odyssey, The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Octopath Traveler e os recém lançados FIFA 19 E Super Mario Party. Também será possível comprar códigos de ativação do serviço Nintendo Switch Online. Em relação as lojas físicas os cartões serão vendidos primeiramente nas Lojas Americanas e depois deveram alcançar outras lojas de varejo.


Mesmo a notícia sendo uma boa para os fãs da Nintendo no Brasil talvez seja melhor não criar expectativas para que a empresa do encanador bigodudo retorne a terras tupiniquins, pelo menos por agora. Bill van Zyll, diretor de marketing da empresa aqui na América Latina disse em entrevista ao Jornal Estado de São Paulo que não tem previsão de quando a Nintendo volte a vender seus consoles por aqui, segue um pequeno trecho da entrevista:

“É um produto físico, teríamos de importá-lo e isso envolve questões como câmbio e impostos de importação. Não seria um preço interessante no momento”, ele ainda prosseguiu falando o motivo de trazer essa possibilidade de comprar jogos via cartão pré pago: “Estamos trazendo os jogos agora porque sabemos que muitos brasileiros compram seus Switches no exterior e os trazem na mala.” 

É bom lembrar que lá em 2015 Zyll veio a público falar sobre a saída da Nintendo do território nacional, Ele informou na época que a Nintendo estava apenas dando um passo para trás para repensar estratégias de mercado e que a a Big N não desistiria do Brasil.

*O LocadoraTV é feito por pessoas que amam e curtem falar de games. Por favor ajude a divulgar nosso material.

Podcast Locadora 92 - Soundtracks 5

 

Hora de dar um pause e apreciar as mais belas serenatas, os mais inesquecíveis boleros, as mais fantásticas composições de nossos queridos joguinhos. Business Cat, Desgraça e Bulmo fazem esse pequeno (para nossos padrões) podcast onde escolhem 6 faixas de mais alto garbo e elegância que vão tocar o seu coração.

   Se preferir, baixe a versão em mp3
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV
   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com


Links:
Pollyanna: animação feita por fãs de Earthbound (com spoilers)
Canal da Donna Burke

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Bomber


Agora você pode se sentir o próprio Darth Vader com esse jogo mobile daora, desenvolvido pela Voodoo, uma das melhores desenvolvedoras de jogos mobile da atualidade.


Em “Bomber” seu objetivo é destruir planetas, simples assim. Bombas ficam caindo sobre o planeta que você tem que destruir automaticamente. Com toques na tela você consegue direcionar essas bombas e no seu painel de controle você pode selecionar novas bombas para serem lançadas sobre o planeta, bombas que fazem mais estrago que as simples e também controlar outros aspectos da jogatina, como a quantidade de bombas que cai, a gravidade, seu poder de destruição e a precisão de seus toques na tela. Quando as bombas explodem o núcleo do planeta, ele explode e você vence.

É um jogo estilo clicker, mas é daqueles bons que não precisam que você fique dando toques na tela. A diferença é que se você der toques na tela pode explodir os planetas mais rápido, direcionando suas bombas.

Mais ou menos a cada 4 planetas, você enfrenta um chefão, que é muito mais resistente, no entanto não há muita estratégia. O jeito é mandar mais bombas com poder destrutivo maior pra cima dele, o que torna o jogo muito divertido, pois a casualidade é extremamente alta e a sensação de destruição causada é bem alta.

O jogo contém mais de 80 fases. Dá pra saber isso ao vermos as bombas especiais, que são desbloqueadas conforme os chefões que você enfrenta. A última só é desbloqueada no nível 81. Infelizmente, a casualidade do jogo não permite que ele se mantenha tão interessante numa longa jogatina. Para os que gostam de chegar até o fim de um jogo, saibam que talvez esse game não seja tão interessante. Você ganha dinheiro mesmo quando fora do jogo, então é de se esperar que o jogo exija que, nas fases posteriores, você acumule muito dinheiro para melhorar suas bombas e assim explodir os planetas.

Ainda assim, de uma só vez cheguei até o nível 40.

As animações são minimalistas, porém bonitas. O jogo é bem colorido. Não notei a presença de som e nem fez falta, em compensação o jogo tem um sistema de vibração a cada bomba que explode, mas isso pode ser facilmente desativado.

Em suma, é um jogo muito bacana.


sábado, 13 de outubro de 2018

Brasil Game Show 2018 - Dia 3


Voltamos mais uma vez pra comentar a BGS 2018, Cat fala sobre o seu terceiro dia do evento junto do Guarda Belo.

Jogos comentados:

Yokai Killer: Shuten Doji - Dark Paladin Studios
Dolmen - Massive Works Studio
Days Gone - SIE Bend Studio/Sony
Adora - Cadabra Studio
MegaQuiz Discipulado - NX Games
Trajes Fatais - Onanim Studio
Esquadrão 51 - Loomiarts
Gravity Heroes - Studica Solution
Triggerun - 2axion
Conflict 0: Revolution - Black River Studios

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Brasil Game Show 2018 - Dia 2



Business Cat continua contando suas aventuras na maior feira de games do Brasil. O vídeo foi divido em duas partes por burrice do Desgraça.

Jogos comentados:

Resident Evil 2
Hitman 2
Rescue: The Infection - Yang Studios
Jogo sem nome da Adventure Arts
Bloody Justice - Dinamica Hue
Yokai Killer: Shuten Doji - Dark Paladin
Try, Die, Repeat - Mad Viking Studio
Dolmen - Massive Works Studio
Kat Dealers - 12Studio
BombMe e BombYou - GameHollywood
Sleight - Demerara Games
MegaQuiz Discipulado
Out of Space - Behold Studios
Kriaturaz - Messier Games & Animations
Enigma dos Portais - Br Editora Digital
Dungeon Crowley - Animvs
Favela Game - Instituto Maria e João Aleixo
HPRZ: The Syndrome - Terra Studios
JOSH JOURNEY: DARKNESS TOTENS - Província Studio

My Hero One's Justice

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

I’m Ping Pong King


Eu sei que falar ping pong é pejorativo, mas para respeitar os produtores do game, irei chamar o nobre esporte de ping pong.


Mais um game da Orangenose, uma das melhores produtoras de jogos mobile da atualidade e dessa vez com o tema de esportes, um tema favorito meu. Aqui, encarnamos o papel de um jogador de ping pong que no melhor estilo protagonista de shonen almeja ser o rei do Ping Pong. Para tanto, ele desafia todos os melhores jogadores de Ping Pong da atualidade, em diferentes países.

Os controles são simples, para toques na tela direita do celular, seu personagem dá uma raquetada no lado direito da mesa e o mesmo vale para a esquerda. Conforme o momento que você toca na tela, seu personagem pode dar uma cortada ou dar apenas um toque na bola de leve. São 10 inimigos, até o rei do Ping Pong, mas após o rei, você começa a enfrentar a equipe que elaborou o game. A dificuldade também aumenta com cada adversário e alguns exigem uma prática maior para serem vencidos, então espere enfrentar o mesmo rival algumas vezes antes de prosseguir.

É um game curto, mas cumpre o seu papel de casualidade divertidíssima.

Os gráficos são simples e minimalistas, o que não carrega muito no celular. O visual inteiro do game é minimalista, mas muito estiloso. Os efeitos sonoros também são muito bons. Enquanto jogava com o som alto, meu irmão perguntou se alguém estava jogando ping pong (estávamos na casa do meu tio e ele tem uma mesa de ping pong no quintal).

É um jogo mobile muito bom, que proporciona diversos momentos de diversão, sendo um dos meus games mobile favoritos que joguei esse ano.


Brasil Game Show 2018 - Dia 1


Business Cat esteve no primeiro dia da Brasil Game Show 2018 e fala sobre os principais destaques do evento e dos preços caros das comidas em São Paulo.

Jogos comentados:
Ori and The Will of the Wisps
Devil May Cry 5
Shadow of the Tomb Raider
Assassins Creed: Odyssey
Sekiro: Shadows Die Twice
Call of Duty Black Ops 4
Keen
Timewatch
Ozkar
Ignite
Insania
Deliverance
Vigilante ranger
Lenin the lion
Esquadrão 51
Super volley
Magic: The Gathering - Puzzle Quest
Starlit on Wheels
Ultra Foodmess

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Podcast Locadora 91 - MIGHTY NUMBER 9


É A FERRO E FOGO, E DINHEIRO, MUUUUUITO DINHEIRO nasceu Might Number 9, um projeto que surgiu na época que Capcom tinha destruído e abandonado muito de suas mais queridas franquias. Keiji Inafune surge com a proposta de trazer um novo robôzinho carismático que alegraria o coração das viúvas do Blue Bomber, e só VOCÊ poderia tornar esse sonho em realidade.

Como já sabemos, deu tudo errado... Então Belo, Ken-Oh, Bulmo, Desgraça e Sena se unem pra relembrar do desastre por trás da campanha e desenvolvimento de Mighty Number 9.

   Se preferir, baixe a versão em mp3
   Ou assine o nosso feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastLocadoraTV
   Envie seu e-mail para: locadoratv@gmail.com


Links:
Vídeo falando sobre MN9 e Keiji Inafune